Confiar no caos da vida

Clique para assistir ao vídeo:

A vida que temos é uma consequência da interação entre a ordem e o caos.

Na ordem está tudo aquilo que podemos planejar e agir para conquistar. No caos não temos controle sobre o que acontecerá, mas frequentemente, de forma surpreendente, o caos é responsável pelos acontecimentos mais importantes da vida.

O personagem da animação é um homem orientado pela ordem. Ele trabalha em um escritório e lida diariamente com a ordem dos formulários, relatórios e outras burocracias.

Ele não parece um homem feliz enquanto espera o trem para mais um dia de trabalho. Ele é uma pessoa que vive com os dois pés na ordem de forma tediosa e monótona.

Até que o vento, símbolo do que é caótico, começa a fazer o seu trabalho.

A moça aparece do nada correndo atrás de um papel levado pelo vento. A sua presença aleatória já torna a vida do rapaz mais agradável.

De forma caótica, ela beija o documento sem querer e cria um momento inesperado e feliz que logo será cortado pela ordem do trem que chegou e precisa partir.

No escritório, novamente o caos quase faz um relatório voar pela janela. Isso foi suficiente para que o rapaz presenciasse uma enorme coincidência. A moça que ele viu na estação de trem estava no prédio ao lado.

O rapaz que só entende a ordem, inicia um exaustivo processo de tentativa e erro para chamar atenção da moça lançando inúmeros aviões de papel, sem sucesso.

Perder o emprego já não era uma preocupação diante do desejo de encontrar uma solução ordenada para o que pretendia.

Somente no momento certo, o caos começou a agir. O rapaz não tinha mais esperança de encontrar a moça através dos seus planos baseados na ordem das coisas.

Os eventos caóticos foram se desenvolvendo como se ordenados fossem.

Mesmo com o rapaz relutando, o caos, literalmente o empurrou para aquilo que ele queria.

E o que tinha que acontecer, aconteceu.

No final da animação, os dois se encontraram em um café e compartilharam as “coincidências” que os conduziram para aquele momento.

O equilíbrio está em manter um pé na ordem e o outro no caos. Não superestime o poder da ordem e não subestime o poder do caos.

Nem sempre entendemos o caos da vida agindo de forma inteligente. Ficamos chateados, achando que os planos de nossa ordem não funcionam, quando na verdade os eventos caóticos estão se desenrolando e só precisamos prestar atenção no que ele está fazendo para nos ajudar a atingir objetivos relacionados ao trabalho e dinheiro.

Faça o que deve ser feito e entregue tempo ao tempo para que o caos possa te ajudar.

Compartilhe isso com alguém.